A Pérola dos Bálcãs – Macedônia do Norte

Postado em 26/04/2021 as 09:16:43

Conhecida como a pérola dos Bálcãs, entre verdes vales e montanhas, lindos lagos, pequenas aldeias e com uma produção milenar de vinhos encantadores, a Macedônia do Norte é o tema deste artigo.

A Macedônia do Norte é um pequeno país do sudeste da Europa, menor que o nosso estado brasileiro de Alagoas. A terra natal da Madre Tereza de Calcutá faz fronteira com a Sérvia, o Kosovo, a Bulgária, a Grécia e a Albânia. Ela faz parte de uma região chamada península Bálcãs e também de uma região geográfica chamada Macedônia, que inclui também partes da Grécia e da Bulgária.

A região onde fica a Macedônia é habitada desde 7000 A.C. Por volta de 300 A.C., o reino da Macedônia, governado por Philip II, incluía quase toda a Grécia. O seu filho Alexandre, conhecido com o “Grande expandiu o reino, formando um enorme império. Mais tarde, romanos, godos, búlgaros, sérvios e gregos conquistaram a região da Macedônia, se tornando um território de convergência de inúmeros povos diferentes.

A Macedônia do Norte fazia parte da antiga república da Iugoslávia, e em 1991  declarou sua independência e em 2019 após muitos debates políticos e diplomáticos passou por uma mudança no nome de República da Macedônia para República da Macedônia do Norte, para não confundir mais com o nome da região Macedônia que fica na região Norte da Grécia. 

Rio Vardar

O rio Vardar praticamente percorre o país todo ao seu centro e cujo o território nas suas margens é coberto por uma geografia montanhosa , tornando o Vale do Vardar a terra mais importante da Macedônia.

No vale do Vardar o vinho já possui uma produção milenar e consumir vinho faz parte da cultura do povo macedônico, e contam com mais 4000 anos de dedicação a esse tipo de produção. Produzem até 120 milhões de litros por ano e a Macedonia do Norte ocupa  25* posição de maior país produtor de vinho do mundo.

Esse maravilhoso país vinhateiro é divido em 3 regiões vínicas , Pcinya – Osogovo (Eastern) , Vardar River Valley (Central) e Pelagoniya- Polog (Western), sendo a mais importante com até 85% da produção o Vale do Vardar , onde há uma  sub-região denominada Negotino que está situada exatamente no meio da região central do rio Vardar . O que é específico nesta área e que vale mencionar é a colisão de dois climas, o continental a partir do norte e o Mediterrâneo a partir do sul, e eles tendem a colidir sob esta área, e como resultado, temos a área mais seca da península balcânica.

A macedônia é conhecida por ser a Terra do Sol eterno , com a media de 270 dias de sol ao ano de (8 horas) por dia. Possui uma Precipitação Anual de 500 a 1700 mm ao ano e, seu solo é rico e fértil de Minerais e carbonatos.

Há no país a produção de castas internacionais como a Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir, Chardonnay, Riesling e Sauvignon Blanc , mas a Macedônia do Norte também possui variedades autóctones dos Bálcãs, que são sensacionais e inclusive provavelmente já foram consumidas pelos antigos gregos e romanos uma delas é a casta rainha deste país, a Vranec.

Vranec é uma casta tinta e é a mais importante deste país, possui alta qualidade, produzindo vinhos poderosos e com um enorme potencial de guarda, a tradução do seu nome significa “garanhão negro” e o que falam é que é em homenagem à força dessa variedade. Possui um alto teor de antocianinas, a maturação geralmente acontece na 2ª metade de setembro a outubro. Tive uma bela oportunidade em Düsseldorf, na Alemanha em degustar inúmeros vinhos com esta casta na Prowein de 2019, tanto jovem, como envelhecido e também na formação de blends com outras uvas, e me apaixonei, que casta !!!

Sem dúvida o mundo da bebida de Baco nos proporciona deliciosas viagens à história, a cultura, a diversidade e sobretudo a novos encantos com variedades tão diferentes de castas e que nos preenchem o coração. Os vinhos da Macedônia do Norte são encantadores e só me resta convidar a você, que é amante de vinho de qualidade tanto quanto eu, a descobrir esses encantos desse lugar magnífico e tão rico em história.

Para também obter informações e acompanhar por audio o tema Macedônia do Norte e Seus Vinhos é só clicar na figura abaixo do BacoCast.